RISC, Práticas em negócios

Importar ou desenvolver no mercado doméstico: eis o dilema.

2015-09-22 20:13:06

Quando importar ou quando comprar produtos no mercado doméstico? Esse é um dos maiores dilemas que muitas empresas enfrentam.

Tal decisão não deve ser tomada baseada no momento da economia, mas sim de forma planejada e estratégica.

Iludidas com a facilidade de importar devido ao câmbio momentaneamente favorável, muitas empresas decidiram por, continuamente, importar 100% de sua demanda de determinado produto e desativaram seu fornecedor local. Algum tempo depois se arrependem e tentam nacionalizar o produto novamente. Acontece que o tempo de desenvolvimento é grande e, até o produto ser aprovado para ser comprado novamente com qualidade, todas essas empresas têm que seguir importando a custos altos.

Esse período de desenvolvimento é o suficiente para que as empresas percam todos os ganhos obtidos durante o período de câmbio favorável.

Uma estratégia de suprimentos deve ser bastante equilibrada e não deve contar somente com a condição momentânea da economia. É preciso manter opções de forma que a cada situação a empresa possa usufruir do melhor balanço e, na média, obter ganhos recorrentes, sendo sempre competitiva.

Por isso, todas as empresas que agora estão desenvolvendo fornecedores alternativos aqui no Brasil devem deixar ativos os seus fornecedores externos comprando, ainda que um pequeno volume, para mantê-los disponíveis para quando o câmbio mudar de inflexão novamente.

A RISC desenvolve estratégias de suprimentos para empresas e pode ajudá-los a desenvolver e implantar a sua estratégia.

Ricardo Chuahy
Consultor



Voltar