RISC, Práticas em negócios

Odeio reuniões!

2016-05-09 15:35:22

No último sábado pela manhã eu estava procurando um material em minha biblioteca, quando me deparei com um livro que li em 1984, chamado “ODEIO REUNIÕES”, escrito por Stephen Baker.

O livro ironiza as reuniões que são feitas nas empresas e se propõe a ensinar aspirantes a executivos a como se comportar em reuniões que são iniciadas pela manhã, se prolongam até a tarde e, muitas vezes, se estendem até a noite. São ensinamentos tais como dormir de olhos abertos, parecer uma autoridade no assunto sem ser, evitar tomar decisões, dividir tarefas e, de preferência, delegá-las, entre outras coisas.

Fiquei pensando em como as atitudes e costumes se perpetuam ao longo dos anos e, mesmo com o reconhecimento e insatisfação de todos, as grandes corporações não conseguem resolver esse problema tão simples e que custa caríssimo. O interessante é que as empresas menores, contaminadas por executivos vindos das grandes empresas, adquiriram o mesmo hábito e encontram os mesmos problemas que todos lutam para eliminar.

Há executivos que se sentem valorizados e necessários quando dizem o número de horas que passam numa sala de reunião, muitas vezes se reunindo para decidir que têm que fazer uma outra reunião mais longa e com mais gente.

Certa vez, quando eu acabava de ingressar em uma nova empresa, notei uma pessoa que sempre participava de uma determinada reunião, sem nunca interferir ou fazer observação alguma. Quando a questionei sobre seu interesse na tal reunião, ela me respondeu candidamente que achava interessante participar e, por essa razão, nunca questionara o fato de que sua área não tinha nada a ver com aquele assunto.

Assim são muitas reuniões. Diria até que a maioria delas.

Esse é um tema que pode ser resolvido facilmente com a utilização da ferramenta “Lean Office”, o mesmo sistema que é aplicado e tão difundido para as áreas de fábrica/manufatura e produção, mas muito pouco utilizado para reduzir os desperdícios nos escritórios e com atividades burocráticas.

Saiba um pouco mais como utilizar essa ferramenta para reduzir atividades que não adicionam valor ao seu negócio. Fale com a RISC que nós o ajudaremos.

Caso não tenha certeza de que sua empresa precisa de ajuda profissional, clique aqui e baixe nosso e-book com 10 motivos para procurar uma empresa de consultoria.
Ricardo Chuahy
Consultor RISC



Voltar