RISC, Práticas em negócios

Reajustes de preços: como minimizar desgastes?

2016-07-07 08:00:40


Essa é sem dúvidas uma agenda de reunião que não motiva ninguém, nem o vendedor e muito menos o comprador. De fato, é uma atividade que além de não agregar qualquer valor à cadeia produtiva, via de regra, pode causar desgastes no relacionamento, e isso não é bom.

Raras são as vezes em que esses reajustes são revistos para recomposição de margem de contribuição, e na sua grande maioria são para repor custos de fabricação impactados por um cenário econômico de alta inflação, no qual, infelizmente, estamos inseridos.

O fato é que toda a cadeia produtiva, do insumo até o produto final entregue ao consumidor, tem sérias ressalvas a essa situação, sendo que os aumentos de custos, mesmo que parcialmente, acabam sendo repassados para toda a cadeia, e isso também não é bom.

A nossa proposta é como tratar esse tema inconveniente de uma maneira mais palpável para ambos os lados, e minimizar os inevitáveis desgastes.

Invariavelmente o comprador espera que parte desses impactos sejam absorvidos por programas internos do fornecedor, usando as melhores práticas, tais como, 6 Sigma, programa de redução de refugos e desperdícios, melhoria continua, Lean Manufacturing, etc. Entretanto, quando tratamos de um processo maduro, muito esforço é requerido para pequenos impactos positivos.

Então, como agir na busca uma de uma solução?

Iniciar processos intermináveis com estressantes discussões e argumentações com o seu cliente tentando provar o que dificilmente será aceito? Aplicar medidas extremas afetando o fluxo logístico e, consequentemente, criando danos quase sempre irreparáveis no relacionamento? Se ambos os lados forem empresas globais com várias unidades de negócios, desgastes locais podem ter efeitos globais? E isso, mais uma vez, também não é bom!

Na tentativa de minimizar todos esses riscos, seria uma boa opção a assinatura de acordo anual ou semestral contemplando a utilização de “cestas de reajustes” (composite)?

Se essa também é a sua dúvida, nós da RISC, teremos o máximo prazer em analisar as condições do seu negócio, e orientá-lo na busca da melhor solução, bem como alternativas para superar tal situação. Fale conosco!

Gilson Vicentini Consulttor RISC



Voltar