RISC, Práticas em negócios

Resoluções de Ano Novo e o comportamento das empresas.

2017-01-09 11:37:25


Estava eu lendo uma pesquisa que listou as resoluções de ano novo das pessoas e me deparei com uma semelhança enorme com o comportamento das empresas. As principais resoluções: “ser uma pessoa melhor”, “perder peso”, “exercitar mais”, “economizar, gastando menos e melhor”, “melhorar a saúde”, “parar de fumar”, só para ficar em algumas das mais citadas.

Se pensarmos em empresas, todas elas querem ser melhores, reduzir o peso dos custos e ineficiência da organização, praticar mais os processos e rotinas de trabalho para aumentar a produtividade, gastar menos e gastar com mais eficiência, buscando o retorno adequado, melhorar a saúde financeira, reduzindo seu nível de endividamento e, finalmente, eliminar os vícios internos que causam mal à saúde geral das empresas.

Por outro lado, da mesma forma que as pessoas escrevem ou memorizam as suas resoluções e não fazem nenhum plano para implantá-las, muitas empresas fazem o mesmo.

A diferença entre uma empresa bem sucedida e uma empresa mal sucedida pode muito bem ser a existência e a execução de sua lista de resoluções. Seu conjunto de atividades e ações que são geradas a partir da estratégia macro atingem todas as áreas funcionais e todas as atividades individuais. Tais atividades e ações são acompanhadas de métricas que garantem que a empresa acompanhará os resultados e corrigirá os rumos em caso de desvios.

A diferença entre uma pessoa bem sucedida e uma mal sucedida é exatamente a mesma. A disciplina de executar suas resoluções, de medir o seu desempenho e de corrigir os rumos, caso se desviem do planejado.

Praticar essa rotina não é uma atividade simples e requer bastante técnica e disciplina. Por isso mesmo, dentro de todo o universo, não temos muitas empresas com tal nível de excelência, assim como não temos muitas pessoas que excedem naquilo o que se propõem a fazer.

Assim como as pessoas contratam personal trainers , vão a escolas, médicos e fisiologistas para ajudá-las a diagnosticar e implementar as suas resoluções, muitas empresas bem sucedidas tem como rotina contratar uma ajuda externa de consultorias especializadas para auxiliá-las na organização e execução de sua estratégia.

Se você quiser saber mais sobre esse assunto contate a RISC. Podemos ser o “médico”, o “personal trainer” e ou a “universidade” que vai ajudar a sua empresa no ano novo e ao longo de todo ele. Fale conosco!

Ricardo Chuahy
Consultor RISC



Voltar